sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Denguinho matinal

Toca o despertador e você, com aquela necessidade de permanecer na cama, mas a consciência de que não dá. Você se levanta e acorda a esposa, pois têm que mandar para a escola a filha que, durante a madrugada, se enfiou na cama dos pais. Faz um carinho nela e escuta a vozinha manhosa dizendo:
— Eu só acordo com um beijinho mais forte...
Aí você atende o pedido, rindo, e seu dia, de repente, começa muito mais feliz.

2 comentários:

Anônimo disse...

Adoro as histórias da sua filha. Aliás, só abro o seu blog quando percebo que lá vem história dela. kkkkkkkkk.

Sâmia Silva

Yúdice Andrade disse...

Sâmia, fico feliz que você goste das postagens sobre Júlia. Só fiquei deprimido que você goste apenas delas!