sexta-feira, 17 de junho de 2011

Abusada

Nunca mais publicara nenhuma historieta de minha pequena e atrevida filha. Já vinha sentindo falta e esta semana a danada me saiu com uma das suas. Estando na casa da avó, para que eu e minha esposa pudéssemos trabalhar, ela pediu para passear na rua.
— Você não pode demorar porque a sua comida já está pronto.
— Vovó, a senhora já está igual à tia Su [como ela chama nossa ex-empregada]: falando errado! — O tom de era de manifesta desaprovação.
— O que eu falei de errado?
— Não é "a comida está pronto"; é "a comida está pronta!"
E a avó nem replicou a marra da menina. Se aos 2 anos e 11 meses ela está assim, imagine adiante. Mas nada que uma boa disciplina paterna não resolva.

2 comentários:

Ana Miranda disse...

Yúúúúúúúúúúdice, eu já vi esse filme, e os meus protagonistas são dois geniosinhos que me matam de orgulho!!!! A pequena Júlia teve a quem puxar, não?!

Yúdice Andrade disse...

Espero que sim, Ana. E que ela continue esperta desse jeito, sem jamais perder o gosto pelo aprendizado!