quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Debatendo sobre movimentos sociais

Esta tarde, às 15 horas, em meio às atividades da X Semana Jurídica do CESUPA, participarei de uma mesa redonda sob o tema "Criminalização dos movimentos sociais".
A mesa será presidida pela Profa. Ana Cristina Darwich Leal e contará com a presença, ainda, do Prof. Ivanilson Raiol, Promotor de Justiça. Será a segunda vez que terei o prazer de dividir a mesa com Raiol, após termos falado sobre segurança pública no ano passado. Já com a minha querida Ana, que também possui formação em Sociologia, será uma estreia e uma grande oportunidade para eu aprender um pouco sobre tema tão espinhoso, numa perspectiva interdisciplinar.
Em decorrência de minha preparação espiritual para o evento, não haverá mais postagens hoje.
Um abraço e até amanhã.

7 comentários:

Victor Azuellus disse...

Ah que legal... Estarei lá sem dúvida!

Ana Miranda disse...

Na "Marcha Dos Exceluídos" desse ano, levamos faixas com o tema.
Yúdice, por motivos estritamente pessoais, saí do Comitê Popular. Fiquei com o coração nas mãos e lágrimas nos olhos, mas agora PRECISO tomar essa atitude, mas quando a luta se intensificar e se fizer necessária minha ajuda, com certeza estarei por lá. SEMPRE!!!

Adrian Barbosa e Silva disse...

Estarei lá prestigiando meus brilhantes professores...

Yúdice Andrade disse...

Então nos vemos lá, Victor.

Há momentos para ir às ruas e momentos para nos recolhermos, Ana. Com certeza, teus motivos foram fortes.

Só os professores brilhantes, Adrian? Não vais aproveitar para me prestigiar também?

Adrian Barbosa e Silva disse...

Nem um pouco modesto, né professor?
Na verdade o brilhantismo estava presente nos três palestrantes: o sr, a profa. Ana, e o prof. Ivanilson, que até então eu desconhecia, mas que, não à toa, também passei a admirar.
Gostei bastante do debate, sobretudo achei bastante oportuno o sr ter explanado sobre o inimigo em Zaffaroni, além do "autoritarismo cool" (ainda que não o sr não tenha usado esta denominação, a exposição estava de acordo com esse entendimento), que é algo que eu venho estudando para a elaboração de um artigo.
Bem, gostei bastante, e me dei por satisfeito. É mais um motivo de inspiração.

Yúdice Andrade disse...

Tu que és muito gentil, Adrian. E dedicado. Obviamente, vemos com muita alegria um jovem ainda na primeira etapa do curso estudando, lendo, programando escrever - enfim, fazendo o que se espera que um acadêmico faça.
Vejo um grande futuro para ti, dentro e após a universidade.

Adrian Barbosa e Silva disse...

Deus te ouça, professor!
Eu que não sou muito de me ater à qual a visão que meus professores têm de mim (apesar de ser necessário mostrar o que se é de verdade), fico bastante feliz pelo sr. ter essa visão, já que sem dúvida, eu encaro não apenas como seriedade, mas como amor, o meu curso de Direito.
Para tanto, tenho grandes influências...
Obrigado!
Abraços.