sábado, 17 de julho de 2010

Já que estou na frente do computador...

...resolvi dar um alô.
Ontem o dia foi de ficar em casa, não apenas para a adaptação da Júlia, mas também para descansar. Afinal, passei quase trinta horas em claro, com umas tentativas mal sucedidas de cochilar nos aviões brasileiros. Hoje o dia amanheceu como ontem: frio. Levantamos cedo, mas apenas porque fomos dormir antes das nove da noite (nosso normal é uma da manhã). Ou seja, não tínhamos mais sono para vencer. Contudo, sair das cobertas, nesse clima, sempre é uma tarefa a ser ponderada, se você tem escolha.
Fiquei pensando nas pessoas que precisam sair para o trabalho, cedinho. Imagine alguém que more no sul da ilha e trabalhe, p. ex., em São José, já no continente, e dependa de ônibus. Deve ser um sacrifício e tanto, sobretudo porque o sistema de transporte público de Florianópolis sempre foi alvo de críticas dos habitantes da cidade. Mas aqui os ônibus são bem melhores do que os de Belém. Contudo, as passagens custam R$ 2,95 na cidade e, no entorno imediato, há outros valores, que chegam a R$ 3,55. Caríssimo.
Logo mais começarei a registrar a vida na cidade. A qualquer hora, uma postagem sobre viver em Florianópolis, pelos olhos de um belenense de férias.

6 comentários:

Ana Miranda disse...

Uiiiiiiiiiiiiii.
Eu odeio frio. Fico imaginando você saindo daquele Sol maravilhoso do Pará e se encolhendo de frio aí em Florianópolis...
Eu sei também que você não gosta muito de calor, eu a-do-ro.
Boas férias, que vocês se divirtam muito e que a pequena Júlia renda boas crônicas...

Anônimo disse...

Meu caro, em que hotel você está aqui em Floripa?

Adelino disse...

Bom dia, Yúdice!

Voltei à blogosfera. O endereço é http://pensarliberta.blogspot.com/

Apareça por lá!

Forte abraço,

Adelino Neto

Anônimo disse...

Florianópolis ainda é um lugar quente. Se eu pudesse, moraria na Sibéria e dormiria na neve como os ursos. Hummm!

Desejo-lhes excelentes férias!

Abraço do Alexandre

André Carim disse...

Amigo Yúdice: Sugiro que conheças o Box 32 do mercado de peixes. 17hs é o horário perfeito para iniciares a visita. Achastes minha sugestão estranha? Vais lá e conferes...

Yúdice Andrade disse...

Sol "maravilhoso", Ana? Deus me livre! É claro que eu detestaria passar o ano todo num frio desses. Mas por isso mesmo a vantagem das quatro estações definidas. Acho que não dá para ser totalmente feliz sem quatro estações definidas.

Excelente, Adelino. Vou lá te visitar.

Por aqui já está bom para mim, Alexandre. Sibéria, hein? Isso que é amar a Rússia!

Perguntei à tia que nos hospeda, André, e ela me explicou o motivo pelo qual o Box 32 é uma ótima pedida. Fiquei com muita vontade de ir lá. Grato pela indicação.