terça-feira, 6 de julho de 2010

Por um Exército mais humano

Este blog defende todas as causas verdadeiramente humanitárias. Hoje, acabou de encontrar mais uma.
Precisamos fazer uma mobilização internacional em favor dos seis soldados israelenses flagrados fazendo uma dancinha sobre um tal hit do momento, de uma cantora da qual jamais ouvi falar. Mas tanto faz. Impende considerar que os soldados são jovens de 18 e 19 anos. Soldados, sim, mas jovens, no começo da vida, oprimidos pela pressão de pertencer a um dos mais bem treinados e violentos exércitos do mundo — carreira que, em Israel, você não abraça porque quer.
Convenhamos: os rapazes apenas dançaram! Dançaram mal, sem o menor traquejo, com a desenvoltura de um tronco de árvore, mas ficou até engraçado. A imagem escolhida para ilustrar esta postagem é a parte final, quando eles saem de mãos dadas. Tão bonitinho...
Eu até entendo que os israelenses estejam indignados e temerosos de cair no ridículo, perante os palestinos, sobretudo. Mas tenho um milhão de prevenções contra as ideologias militares, por isso conclamo a comunidade internacional a defender esses garotos. Sabe lá o que é ser punido por indisciplina pelo Exército de Israel!
A comunidade internacional já se mobilizou contra o casamento arranjado de ciganos na pré-adolescência; já se mobilizou contra o Judiciário italiano quando ele decidiu que uma mulher vestindo calças jeans não pode ser estuprada. Então por que não defender os meninos soldados de Israel?

2 comentários:

André Coelho disse...

A música é essa:

http://www.youtube.com/watch?v=oGhQNUCdQLU

E achei que, para soldados israelenses, eles não dançaram assim tão mal.

Yúdice Andrade disse...

De fato, André: para soldados israelenses, não dançaram mal!