quarta-feira, 30 de junho de 2010

Até para isso


Como se não bastasse todo o resto, cães podem ser treinados para perceber a mudança do cheiro do corpo de diabéticos, avisando-os através de latidos que o nível de açúcar no sangue caiu ou subiu a níveis perigosos. É o que faz Shirley, a cadela da raça labrador que aparece na imagem ao lado de Rebecca, a quem protege.
Cães são mesmo maravilhosos. Vá pedir algo assim para um gato...

4 comentários:

Waldréa disse...

Odeio gatos! Quando quero dizer que alguém é bonito/lindo eu nem deveria usar essa expressão! ¬¬

Ana Miranda disse...

Cães só não falam a nossa língua.
Mas quem tem cachorro, sabe que há uma comunicação perfeita entre os cães e seus donos.
E, infelizmente, nem sempre o homem é o melhor amigo do seu melhor amigo.
Quando vejo algo dessa magnitude de que os cães são capazes de fazer, sou obrigada a concordar que alguns cães são mais gente do que algumas gentes...

Yúdice Andrade disse...

Também não sei quem inventou isso, Waldréa.

Já concordamos sobre isso numa outra postagem, não foi, Ana?

Anônimo disse...

Não tenho nada contra gatos. Também não muito a favor. Mas, cá entre nós, os cães são demais!

Se bem que vc viu o que estão fazendo lá em Bagdá? Se não tiver coração forte, sugiro que nem abra o link da notícia. Que não possui imagens fortes, mas para um sensato, apenas as palavras bastam.

Alexandre