sexta-feira, 18 de junho de 2010

O mundo de Saramago

"Estamos afundados na merda do mundo e não se pode ser otimista. O otimista, ou é estúpido, ou insensível ou milionário."
José Saramago, dezembro de 2008,
por ocasião do lançamento de "As Pequenas Memórias"

3 comentários:

Cris Moreno disse...

Bach... ele mudou muito de opinião, depois deste pensamento em 2008. Talvez tenha sido a velhice, a vida organizada, tudo encaminhado na vida, seu isolamento por conta de seus escritos. Tanta coisa, mas já não lutava, como deveria lutar, apesar do tempo de vida. Havia muita mágoa naquele coração. Coisas da vida, em vida, não é mesmo? Hoje, reverencio à memória, apenas. Obrigada pela visita.

Beijos a você e família.

Ana Miranda disse...

Eh...eh...eh...
Devo ser estúpida, pois sou muito sensível e pobre.

Yúdice Andrade disse...

É verdade, Cris. Recordo-me de ter lido um texto muito bonito que ele escreveu quando se casou com Pilar del Río. Acho que o novo amor o remoçou, particularmente a alma. E, de certo modo, isso lhe deu uma nova perspectiva da vida, mesmo da esperança.
A seu jeito, ele deve ter sido bem feliz.

E eu nunca fui otimista, mas isso nunca se traduziu em cifras...