terça-feira, 24 de agosto de 2010

Darwin errou?

O povo me persegue...
Um novo estudo está questionando a teoria da evolução, que Charles Darwin não desenvolveu sozinho, apesar de sempre levar o crédito sozinho. Mas os criacionistas podem tirar o sorrisinho da cara, porque não surgiu ninguém falando em Adão e Eva. A controvérsia gira em torno do conceito de competição, que para Darwin conduzia à sobrevivência das espécies mais capazes de resistir às adversidades. Pesquisadores da Universidade de Bristol estão afirmando que o fator determinante para a preponderância de uma espécie sobre outra foi a disponibilidade de espaço para o desenvolvimento da vida.
Contudo, parece que os novos argumentos não são muito convincentes, ao menos por enquanto. E, seja como for, a evolução em si continua sendo uma teoria vitoriosa. Saiba mais lendo aqui.

2 comentários:

Adrian Barbosa e Silva disse...

De fato, a importância da contribuição de Darwin para a humanidade é indubitável. Ainda que em algum possível dia (tal como os pesquisadores da Universidade de Bristol tentaram) alguém consiga sobrepor alguma teoria sobre à da evolução das espécies (natural), o legado darwiniano não poderá ser deixado de lado, pois foi este entendimento, que por grande lapso temporal, o responsável por nortear grande parte dos seres humanos quando da procura do entendimento de sua origem e existência.

Yúdice Andrade disse...

A pesquisa mencionada questiona uma premissa darwiniana, mas não a teoria da evolução em si. Penso que assim será: podemos até mudar nossa compreensão sobre certos aspectos, mas não suprimir a ideia de evolução. Como entender o mundo de outra forma?