sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Princípio da insignificância?!

Eu não pretendia retornar hoje, mas depois do que acabei de ler, precisava compartilhar isto com vocês, extraído do blog Page not found:

Um homem que foi preso por exposição indecente da sua genitália apresentou uma defesa curiosa para evitar o indiciamento: segundo ele, o pênis não é grande o bastante para que ele seja indiciado!

Timothy Scott Clark ficou em apuros depois de baixar a sua calça em um pub na cidade de Toowoomba (Austrália). Várias pessoas tiraram fotos da cena, segundo reportagem do "Courier Mail".
Entretanto, quando policiais chegaram para prender Timothy, ele argumentou que o seu membro não ofende ninguém. Segundo o sujeito, trata-se "apenas um pequeno apêndice".
A polícia ainda está analisando o caso, mas Timothy não escapou de multa por bebedeira e comportamento desordeiro.

Meu Deus do céu, que tese defensória é essa? Princípio da insignificância?!
Peço ajuda aos universitários.

6 comentários:

Ana Miranda disse...

"Tá", eu não sou universitária, talvez por isso nem tenha como lhe ajudar, mas o desordeiro foi muito engraçado, ah, isso ele foi...
Eh...eh...eh... Cliquei na sua indicação achando que eu veria a foto do "pequeno apêndice".
Quer dizer se eu for assaltada por uma pessoa portando um canivete, mesmo que ela me leve todo o dinheiro, isso não configurará crime porque é "apenas um canivete"?

Anônimo disse...

Quem sabe o principio da fungibilidade. Se uma desculpa não cola, quem sabe essa cola ?

Kenneth

Victor Azuellus disse...

Ahaha éssa é boa! Quero ver a tese da acusação. Será que eles vão alegar que à luz do princípio da proporcionalidade o tamanho do "apêndice" não é documento?

Aline disse...

Se essa moda pega...
Aline Bentes.

Tanto disse...

Yúdice. Calma. Eu entendo perfeitamente a situação deste sujeito. Hahahahaha

Um pequeno apêndice. Hahahaha

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Não consigo expor nada, só ri.