sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Crianças do século XXI

Esta é verídica e foi contada a minha esposa por uma amiga.
Estava ela em casa, tomando café da manhã com o neto, uma criança de 3 anos. Em dado momento, o menino disse que faria o café e perguntou à avó se ela compraria o café dele. Concordando, a avó pegou uns papeis e disse que aquele era o seu dinheiro.
— Não, vovó — retrucou o garoto, em seu jeito infantil de falar.
Ele se levantou, pegou um pedaço de cartolina e começou a passá-lo na fresta da madeira de uma cadeira e disse:
— Passa cartão!

É, as crianças do século XXI nos surpreendem com esse tipo de comportamento, mas talvez porque nós ainda estejamos com a cabeça um pouco no passado. Se pararmos para pensar, a atitude do menino não é verdadeiramente surpreendente, pois ele agiu de acordo com o que vê ao seu redor, cotidianamente. As crianças de hoje são naturalmente mais adaptadas a tecnologias que pessoas de nossa geração só conheceram a certa altura da vida.
Se não nos cuidarmos, acabaremos obsoletos. Não com a tecnologia e sim com as crianças.

5 comentários:

Navi Leinad disse...

É verdade, Yúdice, hoje as crianças já crescem com a tecnologia, fazem tudo diferente de antigamente, mas eu não vou deixar de ensinar meu filho a rodar um pião de madeira, jogar bolinha de gude no chão de terra, fazer bola de meia, e muitas outras coisas que estão sendo esquecidas.

Yúdice Andrade disse...

Nem eu, Ivan. Quero que eu filho conheça os contos de fada, os clássicos da literatura infantil, as cantigas de roda, as brincadeiras do tempo em que não estávamos escravizados aos artefatos eletrônicos, etc. Se Deus quiser, havemos de subir em muita árvoree andar de pé no chão!
A propósito, como anda o teu bebê?

Navi Leinad disse...

Está bem, crescendo com saúde, graças a Deus. Dando bastante trabalho, mas é extremamente gratificante cuidar dele. Obrigado por perguntar.

Julio Lourinho disse...

Voçê precisa conhecer mais a minha Marcella...!!!Todo dia ela nos surpriende cada vez mais.Um abraço do seu assiduo leito.Tenha um bom final de semana.

Yúdice Andrade disse...

Fico feliz, Ivan. Deus abençoe esse menino.

Caríssimo Júlio, nossa Marcella está mesmo numa idade de surpreender. Por isso, é valioso escolher as melhores formas de estimulá-la, de modo a aproveitar os melhores aspectos de sua inteligência e criatividade. Abraços a toda a família.